Thursday, April 08, 2010

O tempo não para

Esse texto escreví não foi agora, mas achei que deveria compartilhar

...saiu um boato em Miami, onde morei por muito tempo, que eu havia morrido aqui no Brasil.
segue:


"Tive a impressão de passar pela mais estranha sensação de minha vida ao anunciarem a minha morte.
Foi assim mesmo!
Alguem ligou para um jornal de lá e perguntou se tinham noticias minhas, se eu havia sobrevivido ao acidente.
Acidente?
Ao perceber essa noticia, me passou pela cabeça a possibilidade de não estar mas neste mundo, nesta faixa de vida.

No mesmo dia, a tv aqui no Brasil começava a anunciar incansavelmente um filme sobre Cazuza, sua vida, obra e morte.
Parecia um sinal, parecia uma trilha para o que meus ouvidos tinham registrado não fazia muito tempo.
Gelei.

Eu havia trocado o meu e-mail e ninguem me escrevia.( por não sabe-lo)
Silencio total em apenas um dia.
Foi esse o tempo que durou a minha morte: um dia.
E foi longo.

Resolvi dar uma volta para tirar isso tudo da cabeça, mas as coisas não ajudavam muito, pois eu não era visto por ninguem.
Aqui em São Paulo, ninguem te vê na rua, o que as vezes é muito bom.
E por onde eu andava lá estava ele - Cazuza, O tempo não para.
O filme.

A essa altura, quase ria de mim mesmo.
Mas comecei a imaginar o que os meus amigos poderiam estar pensando disso e tambem de como teria surgido essa "noticia".(?)

Como a rua não me ajudava em nada, voltei para casa.
Comecei a ver fotos antigas e lembrar de como eu cheio de vida e vontades.Tantos planos...
Queria voltar o tempo, refazer tanta coisa, desfazer outras, enlouquecer um pouco mais, dar bom dia a cavalo.
Fotos com a familia, com amigos, tantas.

Um pouco antes de eu deixar que a emoção me dominasse a ponto de chorar por mim mesmo(aff) me chega um e-mail de alguem, querendo noticias sobre o acontecido.E queria saber se eu estava bem, pois jea haviam ligado na casa de minha familia em Ribeirão Preto para saber do "caso".
E eu, como se escrevesse do alem, respondi.
A reação de espanto,não pela minha morte e sim pela minha vida:
"não era pra voce ter morrido? " ...hum, tomara que não.
Tudo ficou esclarecido.

E eu dei um suspiro aliviado, profundo, como aquele que damos ao nascer(ou renascer).
No dia seguinte corri para o cinema e tive a certeza de que ele sim, Cazuza, está em outro plano, não está mais aqui,é uma vida que nao mais existe.
Mas nem por isso... está morto.

4 comments:

Dadalti said...

meu estimado a vida nos ensina a vive-la como se relmente nao houvesse amanha...talvez seja algo pra vc se atentar ,alias,todos nós!

cristian mary said...
This comment has been removed by the author.
cristian mary said...

Ricardinho (kkk), você é uma estrela que nos ilumina e alegra. Por onde você passou e passar, sempre irá puxar (como um imã) as pessoas pra perto de você pela sua energia. Deus é bom demais por nos dar oportunidade de conviver com um ser tão lindo !!!! Te amo viu ??!!

Cor de Rosa e Carvão said...

Ufa! Que alívio né? O negócio é curtir a vida. Beijocas